Decoração e Paisagismo

Afinal, o que faz um designer de interiores?

Design e Requinte por Marília Veiga

É com grande alegria que começo nossa coluna aqui no espaço da Lopes. Minha paixão por interiores surgiu logo infância. Meu pai era uma pessoa que tinha muito préstimo pela casa, ela estava sempre arrumada, com moveis bem colocados e objetos bem organizados. Lembro que esta harmonia espacial e visual me transmitia uma sensação de bem estar. Com o passar dos anos descobri que era isso que eu queria fazer como trabalho. De lá para cá são mais de 30 anos de carreira, e uma coisa posso dizer com certeza, sou apaixonada pelo que faço. O objetivo deste espaço é trazer um pouco do acontece no mundo da Arquitetura, Design e decoração. Espero que gostem!

Afinal, o que faz um designer de interiores?

Gostaria de iniciar com uma das dúvidas mais comuns que as pessoas me perguntam. E seria exatamente entender qual a função de um Designer de Interiores.

Design de interiores e decoração, qual a diferença?  Para ser sincera, o termo designer de interiores é algo recente. Antigamente as pessoas tratavam o profissional de interiores por decorador. Não que o termo decorador ou decoração esteja errado, mas a meu ver, não abrange por completo o que é a profissão.

O designer de interiores é um profissional que cuida do interior dos ambientes. Ele busca entender e planejar os espaços atendendo as necessidades e desejos do usuário. Acho que a decoração é uma parte do processo, muito importante, mas não é tudo, principalmente por antes da decoração existir um grande trabalho prévio.

Um trabalho de design de interior pode ser dividido em duas etapas principais com características diferentes. Seria planejamento e execução. Sei que parece algo simples, mas não é. Em meu trabalho chamo estas etapas de projeto e acompanhamento.

O projeto engloba toda a parte das ideias e soluções baseadas nas necessidades de cada cliente. O projeto seria a representação técnica destas ideias, é composto por plantas, memoriais, referencias, esquemas, 3Ds, etc.  Sempre digo que é algo fundamental em qualquer ação, e na área de interiores não é diferente. Como você vai começar algo se não sabe onde quer chegar.

Pelas especificações do projeto é que podemos obter orçamentos de serviços e produtos, fazer escolhas em termos de proporção, cor e materiais.

A segunda etapa, o acompanhamento, é onde o que foi projetado se torna real. É um conjunto de tarefas como escolha de fornecedores, tomada de orçamentos, visitas à obra, escolha de amostras, controle de cronograma, visitas as lojas de mobiliários e objetos e decoração final.

Para ilustrar trouxe algumas fotos de detalhes de alguns trabalhos:

o-que-faz-um-designer-de-interiores-5

o-que-faz-um-designer-de-interiores-1

o-que-faz-um-designer-de-interiores-2

o-que-faz-um-designer-de-interiores-3

o-que-faz-um-designer-de-interiores-4

Mais para frente vamos entrar com mais detalhes, trazendo dicas e referências sobre mundo do Design de Interiores.

Marília Veiga

Com experiência de mais de 30 anos em design de interiores, Marília Veiga conquistou o reconhecimento da mídia especializada e realizou projetos no Brasil e no exterior.
A combinação harmoniosa entre praticidade, estilo e sofisticação, tem garantido sua presença nos eventos mais importantes do meio. Casa Cor, Mostra Artefacto, Casa da Mulher; B. Gourmet; Equipotel entre outros
Possui um estilo de trabalho contemporâneo, com uma combinação harmoniosa entre design e aconchego e profunda atenção aos detalhes. Seu trabalho é dividido em projetos residenciais comerciais e empreendimentos imobiliários.

Você pode gostar de ler também...